Selecione Layout

Padrão de fundo

  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #

Cor

#

Comitê celebra cinco anos de campanha com lançamento de vídeo em defesa das empresas e serviços públicos

Por: Imprensa16/09/2021 11:27

´Se é público, é para todos´: valorização é fundamental para a sociedade brasileira

O Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, que reúne entidades representantes de milhares de trabalhadores em estatais brasileiras, teve origem na luta contra o PLS (Projeto de Lei do Senado) 555, ou Estatuto das Estatais, ao final de 2015. O projeto acabou aprovado, mas a mobilização garantiu melhorias no texto final, e o comitê seguiu crescendo e ampliando suas lutas.

No ano seguinte foi lançada uma grande campanha, ´Se é público, é para todos´. O evento, na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, contou com a presença do ex-presidente Lula e reuniu intelectuais, especialistas e dirigentes dos movimentos sindical e social, que denunciaram o então governo de Michel Temer como incentivador das privatizações. 


Essa campanha se tornou um marco e ganhou projeção internacional ao ser adotada pelas entidades que formam a UNI Americas Finanzas, que atua na América Latina. Para celebrar os cinco anos desse lançamento e reforçar as ações contra as privatizações desejadas pelo governo Bolsonaro, acontece agora a divulgação de novo vídeo para valorizar empresas e serviços públicos. A ideia é promover um questionamento sobre o futuro que se almeja, destacando as diferenças entre o bem público (universal, gratuito, para todos) e o privado, para poucos.


“As ações contra empresas e serviços públicos se intensificaram, e precisamos também intensificar nossa reação. O comitê hoje reúne representantes de dezenas de setores ameaçados pela privatização, com sério prejuízo para a sociedade e os direitos dos trabalhadores”, destaca a coordenadora do comitê, Rita Serrano.


A campanha de 2015 também resultou na edição do livro ´Se é público, é para todos´, no qual Rita é coautora com artigo sobre a Caixa, além da versão em português do estudo ´O Futuro é Público´, da entidade holandesa Transnational Institute (TNI). Mais recentemente, o slogan ´Se é público, é para todos´ foi adotado por outras entidades e batiza novo programa do Sindicato dos Bancários de São Paulo, lançado na semana passada.

 

 

Para assistir ao novo vídeo do comitê clique na imagem ou acesse:

http://https://drive.google.com/file/d/1NJwXcInpMHfJVrvOXhmTrsaIxMdKCyxD/view?usp=sharing

 

Entre em

Contato