Selecione Layout

Padrão de fundo

  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #

Cor

#

Conselheiras de Administração falam sobre conquistas e desafios do cargo neste 8 de março

Por: Imprensa04/03/21 13:50

Debate é promovido pela gestão Rita Serrano e vai reunir quatro representantes dos trabalhadores no CA de grandes empresas brasileiras

Neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a gestão da conselheira Rita Serrano convida para o debate de um tema ainda pouco explorado no País: a participação de mulheres em cargos da alta administração. Para a discussão foram convidadas três conselheiras em estatais, que vão falar sobre suas trajetórias, conquistas, desafios e enfrentamentos no cargo ocupado.

As participantes são Rosangela Buzanelli (Conselho de Administração da Petrobras), Selma Beltrão (Conselho de Administração da Embrapa) e Débora Fonseca (Conselho de Administração do Banco do Brasil). Todas elas, assim como Rita, que mediará o debate, foram eleitas e representam os trabalhadores destas empresas.

Nos conselhos de administração, em geral formados por indicados pelo governo e/ou acionistas, elas levam a voz e a visão dos empregados de carreira. Mais do que isso, compõem uma perspectiva feminina que agrega valor, conhecimento e expansão à tomada de decisões, um viés que o meio empresarial passou recentemente a valorizar.

Apesar de a participação de mulheres nestes espaços ainda ser diminuta, não ultrapassando os 12% no País, ela é maior nas estatais federais, chegando a 16%. E, entre os eleitos por trabalhadores, a presença feminina sobe para 28%, segundo levantamento realizado pela gestão Rita Serrano.

A live com as conselheiras começa às 19h e será transmitida pelas páginas de Facebook da gestão Rita Serrano e do comitê nacional em defesa das empresas públicas, que ela coordena.

Abaixo, saiba mais sobre cada uma das participantes.

Rosangela Buzanelli, conselheira na Petrobras.
É engenheira, com mestrado em Sensoriamento Remoto e foco em Geociências. Na Petrobras iniciou como geofísica em março de 1987 (concurso público), trabalhando na aquisição geofisica (Operação), CENPES (Centro de Pesquisa), Geologia Marinha, Engenharia Submarina, SMS e Interpretação Geofísica. Foi eleita conselheira em 2020.

Selma Beltrão, conselheira na Embrapa
É jornalista, mestre em Desenvolvimento Sustentável na área de concentração de Política e Gestão de C&T. Analista da Embrapa desde 1990, trabalha na Secretaria de Inovação e Negócios da Embrapa Sede. Foi gerente-geral da Embrapa Informação Tecnológica; diretora e presidente nacional do Sinpaf e representante eleita dos empregados no Conselho Deliberativo da Fundação Ceres. Em março de 2020 foi eleita representante dos trabalhadores no CA da empresa.

Débora Fonseca, conselheira no Banco do Brasil
É bacharel em Comunicação Social. Tem MBA em Gestão Bancária e Finanças Corporativas e pós-graduada em Gestão da Inovação, Tecnologia e Conhecimento. Tem curso de Conselheira pelo IBGC. Foi assistente, gerente de serviços e é assessora na Super Large Corporate SP. Acaba de ser reeleita representante dos funcionários no Conselho de Administração.

Rita Serrano, conselheira na Caixa
É mestre em Administração, com especialização em Governança Corporativa para conselheiros. Empregada da Caixa desde 1989, tem longa trajetória no movimento sindical e social, tendo presidido o Sindicato dos Bancários do ABC. É conselheira fiscal na Fenae. Coordena desde 2015 o Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas. Participa do Conselho de Administração da Caixa desde 2014, como suplente, sendo eleita titular em 2017 e reeleita em 2019. É autora de artigos e livro sobre a Caixa.

Entre em

Contato