Selecione Layout

Padrão de fundo

  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #

Cor

#

Soberania nacional em pauta no dia 4

Por: Imprensa30/08/19 11:10

Programação inclui debates sobre privatizações, aprovação de manifesto e lançamento de frente

 

A soberania do Brasil e do povo brasileiro é pauta de ato e seminário que acontecem no próximo 4 de setembro em Brasília. O Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas integra a iniciativa e soma-se ao chamado para que profissionais da educação, dirigentes sindicais, juristas, cientistas, estudantes, parlamentares, religiosos, lideranças de movimentos sociais e populares e todos os interessados na preservação de nosso patrimônio público, das riquezas naturais, indústria nacional e autonomia das pesquisas científicas participem da atividade.

 

O evento será realizado no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, com abertura prevista para as 9h do dia 4. Além do desenvolvimento econômico e soberania nacional estarão em debate questões relacionadas às privatizações (em bancos, Correios, Eletrobrás, Petrobras e na Previdência), meio ambiente, ciência e tecnologia e educação. A ideia é aprovar um manifesto e encaminhamentos para a construção de um movimento nacional, uma frente mista em defesa da soberania.

A coordenadora do comitê, Rita Serrano, é uma das palestrantes do evento, assim como o diplomata e ex-ministro Celso Amorim, entre outros (veja mais na programação). “Precisamos nos fortalecer com a participação dos mais diversos representantes da sociedade civil e das categorias organizadas, num amplo movimento que ganhe força pelo País”, aponta Rita, que também é representante dos empregados da Caixa no Conselho de Administração.

Ela acrescenta ainda que este “será um momento ímpar para chamar atenção da sociedade e parlamentares para a importância do patrimônio público e desenvolvimento do Brasil”, e que serão distribuídas as cartilhas Fakes e Fatos sobre empresas públicas, produzidas pelo comitê para esclarecer o papel e importância das estatais.

No dia seguinte, 5, o tema privatizações volta ao debate em evento organizado pela CUT a partir das 9h no Sindicato do Bancários de Brasília.

 

 

Entre em

Contato