Selecione Layout

Padrão de fundo

  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #
  • #

Cor

#

Valeu a luta: Caixa continua pública

Por: Imprensa07/12/17 10:16

Decisão do Conselho de Administração, que retirou ameaça de o banco se tornar sociedade anônima, aconteceu nesta quinta, 7, e representa uma grande vitória para a sociedade brasileira e os empregados da empresa nesse momento; assista vídeo com a mensagem da representante dos empregados, Rita Serrano

Pela segunda vez em pouco mais de um ano os empregados da Caixa e suas entidades representativas conseguiram afastar o perigo de que o banco se transforme em uma sociedade anônima. Na reunião do Conselho de Administração que ocorreu nesta quinta, 7, o item que propunha a transformação do banco em S/A foi excluído do texto a ser votado. O estatuto agora segue para aprovação de órgãos reguladores para só depois ser publicado.

 “Tivemos uma grande conquista, e ela só vem comprovar como é necessário acreditar na luta e ampliar nossa união em defesa da Caixa pública e seus trabalhadores”, afirma a representante dos empregados no CA, Rita Serrano. Ela destaca como fatores decisivos para a vitória a mobilização de empregados, entidades sindicais e associativas, parlamentares e movimentos sociais organizados, e a importância da posição da direção da Caixa, também contrária à transformação do banco em sociedade anônima.

O embate, vitorioso para os empregados e a sociedade brasileira, também vem confirmar a importância da eleição de representantes dos trabalhadores nos conselhos das empresas, pois, mesmo em minoria, é possível promover o debate e influenciar nas decisões. “Do contrário, pautas significativas como essa, que interferem negativamente no papel social do banco, podem nem chegar ao conhecimento dos empregados e da população em geral”, aponta a conselheira que representa os 90 mil empregados do banco.

HistóricoHistórico- A mobilização para evitar que a Caixa se tornasse S/A vem desde o Projeto de Lei do Senado (PLS) 555. À época, uma grande mobilização nacional envolveu empregados de empresas públicas e representantes dos movimentos associativo, sindical e social e afastou essa ameça do Estatuto das Estatais. Mais recentemente, como a possibilidade foi retomada pelo governo, audiências públicas em casas legislativas e discussões nos locais de trabalho e sindicatos já vinham alertando para os riscos de uma Caixa transformada em sociedade anônima, abrindo seu capital ou, ainda, sendo privatizada.

Assista aqui ao vídeo com o recado da conselheira sobre a vitória conquista hoje pelos trabalhadores da Caixa e sociedade brasileira.

 

Entre em

Contato